Imprimir

Projeto SIGA

Projeto SIGA: Setúbal Interinstitucional Gera Ação

– Contrato Local de Desenvolvimento Social -

O projeto SIGA é um Contrato Local de Desenvolvimento Social coordenado pela SEIES e tendo como entidades parceiras e executoras a Associação de Professores e Amigos das Crianças do Casal das Figueiras (APACCF), o Centro Comunitário de São Sebastião (CCSS) e o Instituto das Comunidades Educativas (ICE).

O SIGA tem uma duração de 3 anos e visa potenciar os territórios e a capacitação dos/as cidadãos/ãs e famílias neste ciclo de crescimento económico que se inicia, promovendo a equidade territorial, a igualdade de oportunidades e a inclusão social nas suas mais diversas dimensões.

Missão: Reforçar a proatividade, com base territorial, dos agentes institucionais e de cidadãos e cidadãs, na busca de soluções para as diferentes problemáticas promovendo o desenvolvimento sustentável e inclusivo dos territórios. Capacitar cidadãos e cidadãs, bem como as famílias, e as instituições, promovendo a equidade territorial, a igualdade entre homens e mulheres, a igualdade de oportunidades e a inclusão ativa nas suas mais diversas dimensões.

 

Eixos de intervenção:

a) Eixo 1: Emprego, formação e qualificação;

b) Eixo 2: Intervenção familiar e parental, preventiva da pobreza infantil;

c) Eixo 3: Capacitação da comunidade e das instituições;

 

Objetivos Gerais:

·         Promover a criação de circuitos de produção, divulgação e comercialização de produtos locais e ou regionais de modo a potenciar o território e a empregabilidade;

·         Promover o desenvolvimento de instrumentos facilitadores tendo em vista a mobilidade de pessoas a serviços de utilidade pública, a nível local, reduzindo o isolamento e a exclusão social;

·         Promover o desenvolvimento de instrumentos capacitadores das instituições da economia social, fomentando a implementação de serviços partilhados que permitam uma maior racionalidade de recursos e a eficácia de gestão;

·         Promover a inclusão social das/os cidadãs/ãos, de forma multissetorial e integrada, através de ações, a executar em parceria, que permitam contribuir para o aumento da empregabilidade, para o combate a situações críticas de pobreza, particularmente da infantil, da exclusão social de territórios vulneráveis.

Com o projeto SIGA espera-se criar condições interinstitucionais para a instalação e funcionamento de uma Rede para a Empregabilidade do Concelho de Setúbal e de Conselho Local de Parceiros/as em cada Freguesia (propiciadoras de Comissões Sociais de Freguesia, se decidido pelos órgãos autárquicos).

 

 Mais detalhes

 

 

 

Imprimir

Março Mulher 2017

“Educar para o Cuidar” é o tema deste 25.º programa da iniciativa Março Mulher (MM).

PROGRAMA Março Mulher 2017 - Download PDF

O Março Mulher 2017 associa-se à homenagem a Maria de Lourdes Pintasilgo que se vai realizar ao longo deste ano, nomeadamente pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), no âmbito do quadragésimo aniversário desta comissão.

Permanece a força e atualidade das suas ideias e pensamento político, sociológico, filosófico, o qual continua desconhecido de portuguesas e portugueses. Uma mulher de causas e pioneira em diferentes áreas da vida social e política, Maria de Lourdes Pintasilgo acreditava na capacidade de todas e todos para mudarmos o mundo, propondo uma nova atitude ética relacionada com a capacidade do cuidar (Para um Novo Paradigma: Um Mundo Assente no Cuidado, publicado em 2012, pela Fundação Cuidar o Futuro).

No mundo atual, em que homens e mulheres são especialmente interpelados sobre os caminhos de construção de futuro…

Em que se torna urgente uma nova cultura política, que atravessa uma crise de descrédito…

Em que é, mais do que nunca, fundamental a efetiva concretização do acesso à igualdade entre mulheres e homens… 

Em que urge promover uma democracia paritária e participativa…

… É fundamental a nossa participação na construção de uma atitude ética da capacidade de cuidar, entendendo o mundo como um lugar de partilha e de interdependências, onde os desafios que nos são colocados todos os dias devem ser olhados de forma global e sistémica.

Assente nesta ideia de solidariedade planetária, onde as mulheres desempenham um papel fundamental na reorganização dos laços sociais e na procura de novos modelos de gestão social, económica e política, o programa Março Mulher 2017 apresenta um conjunto de atividades que constituem um convite à partilha de ideias e reflexões, que busquem a concretização dos ideais, ainda atuais, de Maria de Lourdes Pintasilgo.

Atividades diversas que vão do teatro à literatura, passado por debates, exposições e festas comunitárias, celebra-se no Março Mulher 2017 o combate de mulheres e homens contra a violência doméstica e de género, pela construção de um mundo mais justo, igualitário e de cidadania ativa. 

O programa Março Mulher é promovido pela SEIES (Sociedade de Estudos e Intervenção em Engenharia Social) em parceria com a Câmara Municipal de Setúbal. O Março Mulher só é (e foi) possível graças a centenas de pessoas voluntárias, de instituições, de empresas, que ao longo de 24 anos, generosamente, ofereceram o seu tempo, as suas ideias, e pelas suas mãos constroem connosco a GRANDE FESTA do concelho de SETÚBAL PELA IGUALDADE ENTRE HOMENS E MULHERES.

Imprimir

Livros Viajantes Inclusivos

Este projeto tem como objetivo disponibilizar às bibliotecas escolares livros para o desenvolvimento de atividades sobre não discriminação em função da orientação sexual e identidade de género.

http://livrosviajantesinclusivos.info/

A SEIES no âmbito do projeto “Livros Viajantes” adquiriu alguns livros sobre temática LGBT ( Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgénero). Os livros abordam questões relacionadas com a orientação sexual e/ou identidade de género, ou incluem referências não estereotipadas nem preconceituosas a personagens com orientação sexual não-heterossexual ou transgénero. Também são incluídos livros cujos/as autores/as assumem/iram uma postura de visibilidade relativamente à sua orientação sexual não-heterossexual. A listagem dos livros pode ser consultada em https://publicacoeslgbt.wordpress.com/. A seleção de livros foi apoiada e orientada pela Culsete. Uma seleção destes livros foi disponibilizada às bibliotecas das escolas participantes e ao longo do ano letivo serão desenvolvidas diversas atividades.